Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Gagueira’

Em novo artigo do prof. Sérgio Telles a gagueira é o tema principal (http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20110319/not_imp694010,0.php). utiliza de observações sobre o filme “O Discurso do Rei” recentemente premiado pelo Oscar. Ele nos diz: A fala é o selo que nos diferencia dos outros animais. Implícita no conceito de palavra está a possibilidade de simbolização e representação da realidade e de nosso mundo interior. A palavra permite a expressão de nossos sentimentos mais evanescentes, além da transmissão da informação e conhecimento, viabilizando o entendimento e a aproximação com nossos semelhantes. Mas também a palavra pode ser uma arma poderosa, afastando ou rompendo relações.

Sobre suas possíveis causas nos fala da dinâmica das relações familiares na qual a criança está imersa. Para a psicanálise, a gagueira aconteceria quando o próprio ato de falar ou o conteúdo da fala adquirem um significado inconsciente inaceitável, expressando desejos proibidos. Neste caso, as palavras e a fala assumem uma conotação extremamente perigosa, tornam-se capazes de seduzir e controlar os que as ouvem ou, recuperando a força mágica das antigas pragas, imprecações e maldições, podem ferir e destruir aqueles a quem se dirigem.

Telles ainda nos faz uma observação interessante. Critica o termo “gagueira” como algo que evoca zombaria, da mesma forma que “pselismo” ou “disfemia” são termos técnicos frios demais e distantes do sofrimento implícito àquilo que se referem. Talvez “tartamudo” e “tartamudez” transmitam condignamente o peso da condição por elas representada, este estado que lembra a mudez, o silêncio forçado, com tudo que isso pode representar de fechamento e impossibilidades. Elas apropriadamente dão conta da grandeza da luta que esta parcela da humanidade é forçada a empreender diariamente, sem alardear a coragem e a determinação exigidas para tanto. Com relação ao filme diz que devolveu a dignidade e o respeito à questão.

Sobre este “significado inconsciente inaceitável” que pode representar a impossibilidade de falar, escrevi algo anteriormente sobre este mesmo filme (https://estudosqualitativos.wordpress.com/clinica-2/filmes-sob-o-olhar-psicanalitico/o-discurso-do-rei-e-a-dor-de-nao-poder-falar/).

Anúncios

Read Full Post »

(filme) “O Discurso do Rei” e a dor de não poder falar.

Read Full Post »