Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Pesquisa de Opinião’

Dados de pesquisa CNI/Ibope e divulgados agora a pouco pelo UOL, apontam a presidente Dilma em franco crescimento de popularidade (http://noticias.uol.com.br/politica/2011/04/01/dilma-supera-lula-e-fhc-em-aprovacao-de-inicio-de-governo-diz-cniibope.jhtm), superando ex-presidentes numa comparação com o mesmo período. Ela teria 56% de ótimo e bom (em 1999 Fernando Henrique tinha 41% e Lula, em 2003 tinha 51%).

É claro que, em tais dados, está presente todo o clima positivo do país, que pode ser visto como uma herança do governo anterior, mas a cada momento que passa Dilma vai tendo maior responsabilidade sobre sua própria popularidade, e o governo Lula vai se tornando um “ex-governo”.

Para o gerente executivo da CNI, Renato da Fonseca, o índice de aprovação de Dilma se deveria ao seu “bom relacionamento” com Lula. Não sei exatamente o quanto esta afirmação reflete a realidade, pois embora não tenha surgido nenhuma rusga entre os dois, Dilma se posicionou de forma muito específica em várias situações. O que me parece mesmo é que a presidente está ganhando personalidade, e não por estar colada em Lula, justamente o contrário: está ganhando personalidade…própria.

Na falta de mais dados, evidentemente, sobra especulação. Mas, acho que é muito válido se trabalhar com a hipótese de que a presidente ainda vai crescer bem mais, mas principalmente por sua imagem (que melhorou muito após eleita) e por seus posicionamentos (mais afeitos à democracia, ao controle de gastos públicos e aos direitos humanos). É esperar para ver como ela se sairá diante do possível crescimento da inflação. É fundamental acompanhar de perto este tema.

Read Full Post »

Na mais atual pesquisa Datafolha constata-se que é alto o nível de popularidade de Dilma, que alcança 47% de ótimo e bom. Um índice superior a de todos os seus antecessores, neste mesmo período de governo. Mas, a pesquisa traz alguns dados bem interessantes:

1) Comparada à Lula, Dilma, na opinião do entrevistados favorece mais aos “políticos” (23%) enquanto Lula favorecia mais aos “trabalhadores” (31%). Fica evidenciada a muito mais forte identificação de Lula com os trabalhadores;

2) No que diz respeito aos maiores problemas do país, hoje se aponta a “saúde” (31%) e a “violência” (16%), enquanto com Lula eram o “desemprego” (31%) e a fome/miséria (16%). Aqui também mais evidenciada a identificação de Lula com estas questões, além de existir um componente conjuntural (naquele momento aquelas questões eram muito mais fortes que hoje);

3) Dilma continua, como Lula, sendo vem avaliada no “Nordeste” (50%), mas nas outras regiões está muito próxima desse índice, ao contrário de Lula que sempre se distanciou mais no Nordeste;

Me parece que a percepção do eleitor aponta na direção da seguinte avaliação: Lula elegeu Dilma, ponto. Dilma é mais técnica e gerente, ponto. As prioridades com ela serão outras, ponto. E é essa sua capacidade de gerenciamento com menos paixão e identificação com um ou outro setor específico da população que mantém uma alta expectativa com relação a seu governo, indistintamente, no Norte ou no Sul. Essa situação a aproxima de uma maior simetria eleitoral, bem diferente de seu antecessor que, como Collor, dividiu o Brasil em dois, sendo que Lula experimentou os dois lados. Num momento foi amados pelos setores de classe média e mais organizados, noutro foi amado pelo setores sociais mais pobres e desorganizados. Dilma parece superar este “simplismo eleitoral” neste momentos iniciais de mandato.

Read Full Post »