Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Timothy Power’

Gostaria de abrir este blog dando destaque para a entrevista realizada pela prof. Luciana Veiga (UFPR), em 18/12/2010, com Timothy Power (Universidde de Oxford) e que se encontra, na íntegra, no boletim da ABCP de dezembro-janeiro/2011 (http://www.cienciapolitica.org.br). A entrevista teve como tema central a consolidação e internacionalização da produção da Ciência Política brasileira. Trata-se de uma preocupação antiga e, neste início de mês se realizou na USP a “Conferência Internacional de Ciência Política”, numa parceria de instituições internacionais e a ABCP (Associação Brasileira de Ciência Política). Timothy Power, então, na posição de brasilianista e diretor do Latin American Centre e do Brazilian Studies Programme, na Universidade de Oxford, pode ajudar nessa discussão.

Na entrevista, Power diz que, nos últimos 10 ou 12 anos a Ciência Política brasileira teria dado um salto em termos de internacionalização, principalmente com a expansão de encontros com pesquisadores estrangeiros, lá fora e aqui. O diálogo está bem mais intenso. Ele faz elogios ao surgimento da ABCP e à sua revista voltada para o público internacional. Mas, destaca que ainda é muito pequena a participação de pesquisadores brasileiros em revistas internacionais e, para isso, destaca que os cursos de pós-graduação não devem perder o foco da produção científica (elaboração de artigos, participação em congressos, etc.). Por fim, Power recomenda que se use, mais largamente, o modelo de “Summer School” principalmente voltados para cursos de metodologia quantitativa. Trata-se de um modelo que permite o intercâmbio de pesquisadores. Ele aproveita e cita o modelo exemplar implantado na UFMG. Por fim, Power destaca que o interesse pelas questões brasileiras tem crescido no exterior, não só pela política, mas por inúmeras áreas e setores. Segundo ele, são boas oportunidades para quem quer uma temporada de intercâmbio fora do país.

Abastecer as redações de jornais com boas análises de conjuntura, interceder em momentos de disputa eleitoral através de entrevistas e atuar decisivamente em assessorias de marketing eleitoral e pesquisa é bem interessante, mas o que vai consolidar a disciplina e permitir sua internacionalização crescente é a sua produção teórica cada vez mais arrojada.

Read Full Post »